top of page
  • Foto do escritorSobretrilhos

Licitação do Trem Intercidades até Campinas deve sair até o final de março, diz governo

Segundo secretário de Parcerias em Investimentos, governo Tarcísio de Freitas também irá contratar estudos para trens regionais para São José dos Campos, Sorocaba e Santos.


Por Ricardo Meier

Trem regional de dois andares (Pixabay)

Alvo de inúmeras promessas, o edital do Trem Intercidades São Paulo-Campinas (TIC Norte) deve ser publicado até 31 de março, previu Rafael Benini, secretário de Parceria em Investimentos, nova pasta criada pelo governador Tarcísio de Freitas (Republicanos).


A concessão que englobará três serviços (além do TIC, também o Trem Intermetropolitano e a Linha 7-Rubi) é estudada desde pelo menos a gestão de Geraldo Alckmin (hoje vice-presidente no governo de Lula).


Durante a gestão de João Doria (sem partido) e Rodrigo Garcia, o projeto foi várias vezes anunciado, mas a licitação acabou não ocorrendo até o final do ano passado.


Entre os impeditivos estão diversos acordos que dependem do governo federal, na época sob responsabilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), do qual Tarcísio foi Ministro da Infraestrutura.


Dois pontos cruciais foram vencidos, a renovação das concessões de carga pela Rumo (Jundiaí-Campinas) e MRS (Jundiaí-Santos), mas há outros aspectos jurídicos que precisam ser alinhados para que seja possível determinar a responsabilidade por cada parte do projeto. As vias, por exemplo, estão nas mãos da concessionárias de cargas, que farão parte das obras de segregação.


De acordo com Benini, o atual governo está “fazendo os últimos ajustes, vendo a disponiblidade orçamentária”, disse durante entrevista ao canal da Assembléia Legislativa no Youtube.


Os quatro eixos de trens regionais estudados pelo governo (STM)

Novos trens regionais

O projeto terá um investimento de cerca de R$ 10 bilhões e deve ter o leilão realizado no segundo semestre, segundo o secretário, que é responsável por buscar parceiros privados com potencial de interesse na concessão.


Benini também revelou que os estudos para os leilões dos trens regionais entre a capital paulista e São José dos Campos, Sorocaba e Santos. O secretário também citou as linhas 10-Turquesa, 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade nesses pacotes, o que significaria o fim da CPTM após as concessões. Apesar disso, ele também incluiu a futura da Linha 14-Ônix, entre Santo André e Guarulhos, entre os projetos analisados.


A previsão é que o serviço Intermetropolitano, entre Francisco Morato e Campinas, e o Trem Intercidades, comecem a funcionar dentro de 4 e 7 anos, respectivamente.


Fonte: Metro CPTM


bottom of page