top of page
  • Foto do escritorSobretrilhos

Trem que ligará estação da CPTM ao aeroporto de Guarulhos/SP deve começar a operar em 2024

Com partida a cada quatro minutos, estimativa é que transporte até 2 mil pessoas por hora em cada sentido. Trens do Aeromóvel, com oito portas e ar-condicionado, deverão ter painéis com informações nos saguões do aeroporto.

Foto: Marcopolo / Divulgação

O “people mover” Aeromovel, como foi batizado o trem que levará passageiros da estação Aeroporto-Guarulhos da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo, deverá começar a operar no primeiro trimestre do ano que vem.


O cronograma de entrega foi confirmado na manhã desta sexta-feira (31) por Eduardo Chrysostomo, diretor de operações da Aerom, empresa integrante do consórcio AeroGRU, contratado para realizar a obra pela concessionária GRU Airport, responsável pelo aeroporto.


Atualmente, há duas opções para se chegar pelo sistema ferroviário ao aeroporto de Cumbica. Uma delas é a linha 13-jade, com saída da estação Engenheiro Goulart, na zona leste de São Paulo, com primeira partida às 4h, em dias úteis, aos domingos e feriados, e às 4h40, aos sábados.


A outra alternativa é o Expresso Aeroporto, a partir da estação da Luz, na região central de São Paulo, com primeiro embarque às 5h. Nos dois casos, a tarifa custa R$ 4,40.


O problema é que os terminais do aeroporto ficam a cerca de 2,5 km da estação da CPTM, o que obriga os usuários a pegarem um dos ônibus gratuitos cedidos pela GRU Airport para completar o deslocamento.


Chrysostomo não soube dizer o quanto da obra está concluído, mas a instalação de vigas, cuja altura varia de 4 metros a 11 metros, ocorre desde o ano passado, após autorização do TCU (Tribunal de Contas da União). Cada uma pesa 136 toneladas e tem 30 metros de comprimento.


Segundo o executivo, o custo total está estimado em R$ 301 milhões. No anúncio do início das obras pelo então governador João Doria (sem partido e na época no PSDB), em fevereiro de 2022, o investimento estava orçado em R$ 272 milhões. O valor será custeado com recursos da outorga da concessionária.


200 passageiros por viagem


A Aeromovel, trem que roda sobre trilhos, construído em parceria com a empresa Marcopolo Rail, em Caixas do Sul (RS), é composto por dois carros articulados que pesam 16 toneladas e deverá levar até 200 passageiros por viagem. Mas, segundo Petras Amaral Santos, diretor da empresa gaúcha, é possível fazer outras configurações.


Com partida a cada quatro minutos, a estimativa é que transporte até 2.000 pessoas por hora em cada sentido. Não haverá custo a mais para o usuário, que pagará apenas a passagem do trem que o levará até Guarulhos.


Os trens do Aeromovel, com oito portas e ar-condicionado, deverão ter painéis com as informações disponibilizadas nos saguões do aeroporto.


O sistema terá quatro pontos de parada, um na estação da CPTM e os demais dentro dos três terminais de Cumbica. Segundo Pedro Moro, presidente da estatal de trens, todo o percurso será feito em seis minutos – ele estima um ganho de até 20 minutos na comparação com as baldeações feitas em ônibus atualmente.


“Mas o mais importante é o conforto do passageiro. Hoje, carregando malas, ele precisa descer escada rolante ou usar elevador para pegar o ônibus. No sistema, o acesso será direto após sair do trem”, afirmou, durante evento comemorativo aos cinco anos da linha 13-jade, em cerimônia na estação Aeroporto-Guarulhos nesta sexta.


Modelo de Porto Alegre


O modelo já é usado para ligar o transporte ferroviário ao Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. Na época do anúncio do início das obras, Doria disse ser “bizarra” a desconexão entre a linha 13-jade com o aeroporto de Cumbica.


“Não faz sentido transporte público que não leva até o aeroporto. É tão bizarro que é difícil acreditar que isso tenha sido feito no estado de São Paulo”, disse Doria, em entrevista no inicio do ano passado.


A estação de trem nas imediações do aeroporto foi inaugurada pelo então governador e atual vice-presidente Geraldo Alckmin (na época no PSDB e hoje no PSB) dias antes de ele deixar o Palácio dos Bandeirantes para disputar a Presidência da República, em 2018, mas sem chegar a Cumbica.


Com 14 anos de atraso, a estação Aeroporto-Guarulhos chegou a ser prometida para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, e foi entregue a 75 dias da competição, só que a da Rússia, em 2018.


Com três estações — Engenheiro Goulart, Guarulhos-Cecap e Aeroporto-Guarulhos –, a linha 13-jade possui 12,2 km de extensão e transporta, em média, 16 mil pessoas por dia. O presidente da CPTM afirma acreditar que o número de passageiros vai aumentar com a instalação do “people mover”, mas ele não soube dizer quanto.


Maior aeroporto da América do Sul, Cumbica teve o movimento de quase 20 mil aeronaves em fevereiro passado, segundo a GRU Airport. Ao todo, 2,9 milhões de passageiros passaram pelo local.


Fonte: Abifer

bottom of page