top of page
  • Foto do escritorSobretrilhos

Programa ensina conceitos de trânsito seguro para crianças

Iniciativa do Detran-SP reforça cidadania e importância da boa convivência entre todos os modais.

Por Daniela Saragiotto

Crianças de 6 a 11 anos participam do Clube do Bem-te-vi. Foto: Divulgação Detran-SP

Um programa do Detran-SP para alunos da rede pública de ensino incentiva a prática do trânsito seguro pelas crianças. Ou seja, a iniciativa usa conceitos de cidadania para promover uma mudança de comportamento.

Batizado de Clube do Bem-te-vi, ele é coordenado pela diretoria de Educação para o Trânsito e Educação do Detran-SP e mira alunos do Ensino Fundamental I (anos iniciais), entre 6 e 11 anos.


Conscientização

De acordo com Mauro Voltarelli, gerente de educação para o trânsito do órgão, o propósito da iniciativa é reforçar, pelo entendimento pedagógico, a importância do comportamento correto no trânsito.

Assim, o foco é sempre a conscientização e a prática do trânsito seguro pelas crianças.“Pela faixa etária dos alunos, levamos conceitos importantes de cidadania.”, explica.

Outro objetivo é mostrar de que maneira professores e educadores podem abordar esse tema de maneira transversal com seus alunos, durante todo o ano letivo e independentemente da disciplina que lecionam.


Dinâmica

O Clube do Bem-te-vi é feito em parceria com a Polícia Militar do Estado de São Paulo e precisa ser solicitado ao Detran-SP pelos municípios.

Na prática, isso quer dizer que as escolas recebem palestras de 50 minutos de duração, com alunos e professores e, ao final, uma ação especial.

“Sempre fazemos um evento de encerramento, quando as crianças preparam alguma atividade lúdica usando como base os conceitos aprendidos, como desenhos ou teatro de fantoches”, diz Voltarelli.


Inclusão

“Atendemos a escolas da rede pública de todos os perfis, como as localizadas nas comunidades quilombolas, nas zonas rurais e em instituições com foco em pessoas com deficiência”, explica Voltarelli.

Da solicitação até a visita são três meses, em média. “Esse tempo é importante para fazermos um planejamento das equipes para levar as apresentações ao maior número possível das escolas da região que solicitaram o programa”, avalia.


Trânsito seguro

Os principais tópicos são situações de segurança no trânsito cotidianas. Dessa forma, a forma correta de se atravessar a rua e de andar de bicicleta, uso de capacetes, importância do cinto de segurança e dos assentos de elevação e perigos de utilizar o celular enquanto se caminha são discutidos.

“Durante a palestra as crianças se mostram muito curiosas, comentam comportamentos dos pais e são muito propensas a aprender pelo exemplo positivo”, explica Voltarelli.

E continua: “Como são muito espontâneas, deduram mesmo quando identificam falta de segurança ou desrespeito. Não temos dúvida de que elas questionam ainda mais seus pais e demais parentes depois da formação.”


Conteúdo lúdico

Os alunos recebem cartilhas educativas de trânsito, com as principais orientações abordadas. Também recebem materiais, como a Carteira de Habilitação Mirim e o Talão de Multas Mirim.

Tudo isso para que as crianças conscientizem e chamem a atenção das pessoas de seu convívio social do que aprenderam na formação.

Além disso, Voltarelli reforça que faz muito sucesso com as crianças o aplicativo de jogos educativos Clube do Bem-te-vi, lançado em 2015.

“Com o app, conseguimos alcançar alunos de todo o Brasil, pois os desafios no trânsito são comuns.”, diz. De forma intuitiva, ele conta com cinco jogos, vídeo, mandamentos e diversos outros recursos para que que a criançada aprenda brincando.


Números do Programa

  • 1,6 milhão de alunos atendidos

  • 405 municípios paulistas visitados

  • 5.021 estabelecimentos de ensino atendidos

  • 57.299 professores/educadores participantes


* De 1990 até março de 2022


bottom of page