top of page
  • Foto do escritorSobretrilhos

Comprometimento na Gestão Pública, Governança e Empreendedorismo marcam a 8ª Ed. CSCM

O Connected Smart Cities & Mobility - CSCM - foi realizado entre os dias 4 e 5 de outubro.


Por Valeria Bursztein


Evento tem recorde de público, em edição que reuniu por volta de 400 palestrantes e quase uma centena de marcas expositoras no Centro de Convenções Frei Caneca

A 8ª edição do Connected Smart Cities & Mobility (CSCM) promoveu dois dias intensos de debate entre diversos atores que interagem no contexto das cidades inteligentes, mobilidade urbana e da conectividade. Realizado nos dias 4 e 5 de outubro, o evento atraiu mais de 3 mil profissionais, que se dividiram entre os eventos de conteúdo – com aproximadamente 400 palestrantes – e a área de exposição e networking, ocupada por diversas empresas dedicadas ao desenvolvimento de soluções em tecnologias, equipamentos e serviços para o aprimoramento da conectividade e da mobilidade urbana.

“Depois desses dois dias aqui no Frei Caneca nesta verdadeira imersão no tema da mobilidade urbana e da conectividade foi possível identificar novas tendências este ano: é perceptível um maior comprometimento das prefeituras em todo o país em favor de políticas que promovam a eficiência dos centros urbanos, melhorando a oferta e a entrega de serviços para os cidadãos, a gestão de recursos e a interação com a iniciativa privada e suas soluções. Maior comprometimento com melhores práticas de governança pode também ser destacado. E finalmente, o empreendedorismo em toda a sua pluralidade é outra das marcas desta edição do Connected, o que é um indicativo claro que também o cidadão chamou para a si a sua parcela de participação e passou ao papel de agente de transformação”, analisa Paula Faria, CEO da Necta e idealizadora do Connected Smart Cities & Mobility.


Ranking Connected Smart Cities & Mobility 2022

Ainda na parte da manhã foi revelado o resultado do Ranking Connected Smart Cities & Mobility edição 2022. Este ano, o ranking coletou dados e informações de todos os municípios brasileiros com mais de 50 mil habitantes, totalizando 680 cidades e parametrizou os dados a partir de eixos temáticos de mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo, governança e energia.

No ano passado, São Paulo (SP) se manteve no primeiro lugar geral do ranking. Florianópolis (SC) foi a segunda colocada, seguida de Curitiba (PR), Brasília (DF), São Caetano do Sul (SP), Rio de Janeiro (RJ), Campinas (SP), Niterói (RJ) e Salvador (BA). Também foram premiadas as cidades de Balneário Camboriú (SC), Belo Horizonte (MG), Barueri (SP), Palmas (TO), e Jaguariúna (SP).

Este ano, a grande vencedora do ano foi a cidade de Curitiba (PR). Depois de figurar na terceira colocação no Ranking Geral do CSCM em 2021, a cidade superou São Paulo (SP) e este ano assumiu a liderança, passando a ser, em 2022, a cidade mais conectada e inteligente do país. Na segunda colocação ficou Florianópolis (SC) e na terceira, a capital paulista.

Os curitibanos podem celebrar também outras conquistas da cidade: além da liderança geral, Curitiba ocupa a primeira posição entre as cidades da região Sul do Brasil e também entre as que têm população superior a 500 mil habitantes. Outra conquista neste ano é a primeira colocação entre os 680 municípios com mais de 50 mil habitantes mapeados pelo ranking no eixo de Empreendedorismo.

A cidade ganhou destaque também no eixo de Tecnologia e Inovação e ocupa a segunda posição. A liderança nesta categoria foi da cidade de Fortaleza (CE). Já quando o recorte é Urbanismo, categoria liderada pela cidade de Santos (SP), Curitiba ficou na terceira posição, logo após Jaguariúna (SP).


Selo Connected Smart Cities 2022

Uma das novidades da edição 2022 foi o Selo Connected Smart Cities 2022 – Boas Práticas em Cidades Inteligentes, uma nova ferramenta para incentivar o desenvolvimento e reconhecer as boas práticas em cidades inteligentes. A iniciativa é uma parceria do Connected com a Spin – Soluções Públicas Inteligentes e a Urban Systems.

O selo avalia ações e nível de envolvimento das cidades brasileiras em seis dimensões, sendo cinco de caráter autodeclarado e um considerando o resultado das cidades nas últimas edições do Ranking Connected Smart Cities & Mobility, levantamento que identifica as cidades que melhor se posicionaram na avaliação de critérios por eixos de mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo, governança e energia.

As cidades que tiveram suas iniciativas e projetos reconhecidos pelo Selo foram: Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ), Campinas (SP), Belo Horizonte (MG), Santos (SP), São Paulo (SP) e Recife (PE) na categoria ouro; Mogi das Cruzes (SP), Tubarão (SC) e Goiânia (GO), na categoria prata; Campo Grande (MS), Niterói (RJ), Caxias do Sul (RS), Foz do Iguaçú (PR), Lucas do Rio Verde (MT), Blumenau (SC), Jundiaí (SP), São Caetano do Sul (SP), Osasco (SP) e São Luís (MA), na categoria bronze e, Primavera do Leste (MG), Pato Branco (PR), Quatro Barras (PR), Amargosa (BA), Suzano (SP), Rio Branco (AC), Jaguariúna (SP), Palhoça (SC), na categoria aspiracional.

As dimensões analisadas no selo são as seguintes: planejamento da cidade inteligente, avaliando boas práticas refletidas no planejamento municipal; governança da cidade inteligente, considerando boas práticas refletidas na governança da cidade, ecossistema de inovação, avaliando boas práticas refletidas na regulação do ecossistema de inovação municipal; planejamento de infraestruturas e serviços de TIC, observando o impacto de boas práticas refletidas no planejamento do município; maturidade para parcerias, avaliando boas práticas refletidas na colaboração do poder privado na cidade, tendência de evolução no ranking Connected Smart Cities, identificando o reflexo de boas práticas nos indicadores da cidade.


Prêmio Connected Smart Cities & Mobility 2022

Ainda durante o CSCM 2022 aconteceu a premiação dos melhores projetos inovadores, orientados para a resolução de problemas das cidades e elaborados por pessoas jurídicas de direito público ou privado, com sede no Brasil. Na oitava edição, o prêmio é uma iniciativa da plataforma Connected Smart Cities & Mobility, organizado pela Necta, em parceria com a Neurônio Ativação de Negócios e Causas.

Este ano, o prêmio foi dividido em duas categorias: Negócios Pré-Operacionais, referindo-se a iniciativas que ainda não atingiram o break even e que estão sendo financiadas por investimentos e não pelo resultado das receitas e lucros gerados. A segunda categoria são Negócios em Operação, ou seja, produtos ou serviços que já tenham gerado receita para suas empresas e que estão plenamente disponíveis no mercado.

Os premiados este ano na categoria negócios pré-operacionais foram, em primeiro lugar, OTOH Monitoramento Sonoro Inteligente, da Harmonia, na segunda colocação ficou o projeto Almawave e The Data Appeal Company, da Almawave do Brasil e no terceiro lugar, o projeto Vi – Assistente virtual de saúde, TriVincit – Tecnologia em Saúde e Movimento. Já na categoria Negócios em Operação, o projeto vencedor foi o projeto IPM Saúde, da IPM Sistemas, em segundo lugar ficou o CUBi Energia, da empresa que leva o mesmo nome, e o terceiro colocado foi o Claro Geodata, da Claro.


Connected Smart Cities & Mobility Digital

Depois do evento presencial, o CSCM 2022 continuou no dia 06 de outubro no ambiente digital, com uma jornada de painéis e discussões sobre cidades inteligentes, conectividade e mobilidade


bottom of page