top of page
  • Foto do escritorSobretrilhos

Esquina das Alamedas Casa Branca e Lorena deve ganhar estação de Metrô

Fará a ligação entre a Cidade Tiradentes e Oscar Freire.

Por Renato Lobo

Fonte: Metrô de São Paulo

A esquina das Alamedas Casa Branca e Lorena, no Jardim Paulista, deve ganhar uma nova estação de Metrô, prevista no projeto da Linha 16-Violeta, que fará a ligação entre a Cidade Tiradentes e Oscar Freire. O futuro eixo metroviário deve ter seu anteprojeto de engenharia seguido do projeto básico elaborado em breve.


Fonte: Companhia do Metropolitano de São Paulo, 2021

De acordo com o projeto diretriz do novo eixo metroviário, a estação Nove de Julho está próximo ao corredor de ônibus Nove de Julho-Santo Amaro da SPTrans, um dos principais eixos de transporte coletivo da cidade, que terá quatro acessos, sendo apenas um deles na 9 de julho.



A futura parada atende a centralidade formada por atividades instaladas na avenida Nove de Julho, alamedas Campinas e Lorena, ruas Pamplona, Peixoto Gomide, Rocha Azevedo, Padre João Manoel, Augusta, Oscar Freire, Presidente Prudente e Estados Unidos. Além disso, está próxima ao shopping Jardim Pamplona, ao parque Tenente Siqueira Campos (Trianon), aos teatros Procópio Ferreira e Paris 6-Burlesque, colégios tradicionais (Assunção, Dante Alighieri) e galerias de arte. A desapropriação deve contar lotes de residências e comércio: 11 imóveis com área aproximada de 2.851 m².


Reprodução Google

Demanda

São esperados por dia uma demanda estimada em 28.870 passageiros, sendo 767 embarques e 5.817 desembarques na hora pico manhã, sendo considerado uma estação de demanda média. Os projetistas do metrô avaliam que terá duas funções principais: atendimento ao público lindeiro do bairro e ao público usuário das linhas de ônibus que passam no corredor da avenida Nove de Julho. Cerca de 70% das entradas serão lindeiras e 30%, provenientes do modo ônibus. Um total de 20 linhas municipais passam na região com frequência máxima de 163 ônibus por hora.


O projeto da estação consiste em poço lateral e plataformas sobrepostas dentro do túnel construído por TBM4. As plataformas inferiores estão a cerca de 35 metros de profundidade em relação à superfície. A parada é uma das sete da linha 16 que terão elevadores no lugar de escadas rolantes. Os equipamentos poderão ser de dois andares, a depender da avaliação de estudos mais aprofundados, como no anteprojeto.


Acessos

O acesso A situa-se na face sul da alameda Lorena, a oeste do cruzamento com a alameda Casa Branca;

  • O acesso B está localizado na face leste da alameda Casa Branca, ao sul da alameda Lorena;

  • O acesso C ocupa dois pequenos lotes ao norte da alameda Lorena e acomoda um conjunto completo de circulação vertical, com escadas rolantes e fixas e elevadores; este acesso será o mais próximo ao ponto de parada sentido bairro do corredor de ônibus;

  • O acesso D será mais enxuto e não ocupará área desapropriada; ele ocupará trecho de calçada alargada na face sul da alameda Lorena.


Fonte: ViaTrolebus

bottom of page