top of page
  • Foto do escritorSobretrilhos

Como a crise do petróleo afeta as empresas de aviação no Brasil

Atualizado: 17 de out. de 2022

*Fonte: Matheus Lima para o Portal FOLHA WEB - 27/06/2022


O mundo inteiro tem acompanhado a guerra na Ucrânia com a invasão russa que persiste até hoje. Consequentemente, o preço de todos os combustíveis sofreram um aumento significativo, sendo principal culpado na inflação no Brasil e no mundo inteiro.


Azul incrivelmente vem conseguindo apresentar números ainda piores acumulando neste ano uma desvalorização de -42,28% (Foto: Embraer)

O que algumas pessoas não consegue relacionar, é como isso impacta as empresas de turismo e transporte aéreo no geral, e mais especialmente as que estão listadas na bolsa de valores brasileira, Gol e Azul.


O que acontece é que mais da metade de todo o custo da empresa é com combustível para os aviões, e o aumento agressivo do preço dos combustíveis derivados do petróleo como gasolina, por exemplo, significa um aumento grande nos custos da empresa, e consequentemente reduzindo suas margens e até comprometendo lucros.



(comparação GOLL4; AZUL4; IBOV. Nelogica, Profit)

No gráfico acima mostra como essas empresas tem entregado uma desvalorização muito pior que as que vimos no IBOVESPA nas ultimas semanas, representado pela linha laranja acima e as empresas de viação Gol em preto e Azul surpreendentemente ilustrado pela linha azul.


Trazendo essas quedas para números, temos as ações da Gol em uma sequencia de queda no ano de -38,34%, mesmo já tendo desvalorizado -31,72% no ano passado e em 2020 -32,23% partindo de R$39,26 na máxima até o preço atual de R$10,50.


Azul incrivelmente vem conseguindo apresentar números ainda piores acumulando neste ano uma desvalorização de -42,28%. Além do forte aumento da cotação do petróleo, a inflação afeta vários setores da economia que acabar afetando diretamente preço de hotéis, alimentação e eventos festivos, se tornando um empecilho para o consumidor.

bottom of page