top of page
  • Foto do escritorSobretrilhos

Brasil encontra soluções para modernizar transporte público com produtos de alta tecnologia da BYD

Atualizado: 22 de nov. de 2022

Por Sheyla Morales, Revista Sobretrilhos


A empresa de Consultoria McKinsey realizou uma pesquisa neste ano de 2022 que mostrou que até 2025 as cidades inteligentes gerariam 60% do Produto Interno Bruno (PIB) mundial. Mas, o que são cidades inteligentes? O Brasil possui esse conceito?

As cidades inteligentes são aquelas que usam a tecnologia para melhorar a eficiência político-econômica em favor de seus moradores. O Brasil assinou em 2020 a Carta Brasileira de Cidades Inteligentes, com texto construído em parceria com a Alemanha. A cartafortalece as ações da Agência Nacional de Desenvolvimento Urbano Sustentável no Brasil (ANDUS).

Investir tecnologicamente na mobilidade urbana é colocar em prática os conceitos de Cidades Inteligentes. Um sistema de transporte público que reduza custos, descongestione o fluxo de passageiros e seja menos poluente, é que a fabricante chinesa BYD (Build YourDreams) já vem implementando no sistema de transporte privado e público no Brasil. A empresa colocou no mercado nacional dois grandes produtos para o setor: os VLPs (Veículo Leve sobre Pneus) 100% elétricos que são ônibus movidos por energia sem o uso de combustíveis fosseis; e o BYD Skyrail - VLTs(Veículo Leve sobre Trilhos) do tipo monotrilho.


Montrilho linha 17-ouro - BYD Skyrail

A operação do Monotrilho da Linha 17-Ouro do Metrô de São Paulo, na capital paulista, terá início em 2023. Serão 14 trens percorrendo o trajeto, dividido em 8 estações: Morumbi, Chucri Zaidan, Vila Cordeiro, Campo Belo, Vereador José Diniz, Brooklin Paulista, Aeroporto de Congonhas e Washington Luiz. Os trens fabricados pela BYD possuem capacidade para 165 mil passageiros e vão percorrer um trecho de 8,3 km de extensão.

O BYD Skyrail é uma solução pioneira para o setor metroferroviário que pode atender diversos municípios brasileiros, como é o caso de São Paulo e também Salvador, onde o projeto está em obras. O 1º dos 14 trens formados por 5 carros, já está em testes em São Paulo. Os trens possuem alta tecnologia e já podem ser considerados uma das grandes novidades na otimização do fluxo urbano de passageiros.

Skyrail BYD

As especificações dos carros impressionam: tração elétrica sustentada por pneus que andam sobre vigas de concreto com 80 cm de largura; portas com 1,60 metros de largura; bateria de tração com fonte de energia reserva, fazendo com que o trem chegue ao seu destino mesmo se houver alguma interrupção de energia; os dispositivos de segurança incluem intercomunicadores com identificador de incêndio e janelas basculantes; dispositivo avançado de comunicação, no qual os passageiros serão informados com antecedência a localização do trem e a lotação de cada carro; mapa dinâmico da linha 17-Ouro; sistema de monitoramento da pressão dos pneus, dispositivo de absorção de energia de impacto antiescalada e dispositivo que detecta obstáculos na viga guia.


Ônibus articulado elétrico da BYD

A eletrificação do transporte já é uma realidade. Outro produto que vem chamando a atenção nessa verdadeira revolução tecnológica é o novo VLP elétrico da BYD, com produção brasileira. O 1º ônibus articulado 100% elétrico fabricado no Brasil já está rodando na Linha Verde de São José dos Campos, em São Paulo.

Os VLPs são confortáveis (22m de comprimento), com capacidade para 168 passageiros, incluindo acesso aos cadeirantes. Cada ônibus possui um Sistema UV-C de desinfecção do ar instalado no ar-condicionado, com renovação completa de ar a cada 3 minutos; acabamento com aditivo antimicrobiano nas poltronas, balaústres e pega-mãos; câmeras e sensores de alta tecnologia embarcada; portas seguras com sistema que evita fechamento mediante a movimentos próximos; rampas para cadeirantes e com espaços internos para cadeiras de rodas; monitores instalados no teto, rádio e autofalantes internos para entretenimento e geolocalização.

Ônibus Elétrico BYD

Linha Verde de São José dos Campos - Corredor para ônibus elétrico

O projeto Linha Verde é uma iniciativa pioneira de desenvolvimento urbano que prevê a criação de um corredor de ônibus, adjacente a uma ciclovia e um passeio para caminhadas. O trajeto vai ligar as regiões sul e leste à região central da cidade. No início de agosto começou a operação parcial no trecho da Zona Sul e agora no fim de outubro a operação chegou à Rodoviária Nova.

O projeto atende modernos conceitos de planejamento urbano e foi construído orientado pelo Plano Diretor do município. O novo eixo vai fomentar serviços, estimulando o progresso econômico e imobiliário ao longo de sua extensão, conectando 12 estações de embarque em bairros e locais como Campo dos Alemães, Jardim Colonial, Chácaras Reunidas, Parque Industrial, Jardim Satélite, Eixo Dutra, Centro Expandido e Jardim Paulista.

A primeira fase abrange o trecho entre a Zona Sul e a região central. A segunda fase vai interligar a região central com a Zona Leste. As intervenções incluem adequações viárias, ampliação da arborização, reforço de pavimento, recapeamentos, guias e sarjetas, construção de pontes, passeios com elementos permeáveis, ciclovias, instalação de galerias de redes pluviais, rede de dutos de energia e dados e iluminação de LED.

bottom of page