top of page
  • Foto do escritorSobretrilhos

Bariloche agora tem passeio de trem noturno com jantar

Atualizado: 3 de set. de 2022

O trajeto entre a cidade e a Estação de Perito Moreno leva menos de uma hora e acontece duas vezes por semana


Desde julho, o Trem Patagônico tem feito passeios entre Bariloche e a Estação Perito Moreno, próxima à Laguna de Los Juncos (não confundir com o glaciar Perito Moreno). O trajeto leva pouco mais de 50 minutos e acontece durante o pôr do sol. O trem sai três vezes por semana, às terças, quartas e quintas-feiras, com partida às 18h15 e retorno às 23h20.


Já está anoitecendo quando o Trem Patagônico parte rumo a Perito Moreno, na fronteira com o Chile; os cenários são o pôr do sol e o céu estrelado da Patagônia. Chiwi Giambertoni/Divulgação

O bilhete inclui jantar em uma churrascaria da Estação Perito Moreno, que serve a famosa parrilla argentina acompanhada de salada, pão, salgados e batatas fritas e flan como sobremesa. Há opções para vegetarianos, veganos ou celíacos. As bebidas são pagas à parte.


A partida de volta para Bariloche está programada para às 22h30. A casa de chá da estação fica aberta para que os passageiros possam tomar um café ou chocolate quente com bolo nesse meio tempo – mas esse consumo não está incluso no pacote. Ali também há telescópios disponíveis para a observação do céu.


O passeio do Trem Patagônico custa ARS$ 14 mil, algo em torno dos R$ 560. As passagens podem ser adquiridas pelo site e mais informações sobre o passeio devem ser consultadas pelos e-mails comercial@trenpatagonicosa.com.ar e boleteriabariloche@trenpatagonicosa.com.ar


O trem possui dois vagões que levam até 120 pessoas por passeio. Chiwi Giambertoni/Divulgação

Bariloche by night

San Carlos de Bariloche é destino queridinho dos brasileiros para viajar durante o inverno, principalmente pela estação de esqui de Cerro Catedral. Depois que o sol se põe, as cervejarias, bares, cassino e rinque de patinação no gelo agitam a vida noturna da cidade. Para quem curte cerveja, a cidade tem cerca de 25 fabricantes artesanais. As degustações ocorrem no centro, perto do Centro Cívico, e entre as ruas Jureamento, 20 de Febrero e Elflein, onde as marcas mais tradicionais.


Restaurantes que têm carne como especialidade estão localizados na rua Mitre e na avenida Bustillo. Ali é possível encontrar desde truta e defumados até empanadas e choripán (sanduíche tradicional de linguiça).


Outras duas atrações noturnas famosas são a Noche Nórdica, um passeio de quadriciclo na neve, e o La Cueva, passeio com motos de neve finalizado com um jantar dentro de uma caverna.


*Fonte: Caroline Dalla Vecchia para portal Viagem e Turismo Abril - 04/08/2022

bottom of page