top of page
  • Foto do escritorSobretrilhos

Alemanha inaugura primeiros trens a hidrogênio do mundo

Atualizado: 29 de nov. de 2022

Frota de trens a hidrogênio é composta por 14 veículos que emitem apenas vapor e água condensada e vão percorrer 100 km no norte da Alemanha.


Trem movido a hidrogênio

A rota para o transporte carbono zero passará por várias linhas de trem, como as que acabaram de ser lançadas na Alemanha. O país colocou em operação 14 trens a hidrogênio para trafegarem trajetos de 100 km entre cinco cidades no norte alemão.

Com apenas um tanque de hidrogênio, os trens conseguem rodar o dia todo, chegando à velocidade máxima de 140 quilômetros por hora, e vão transitar entre as cidades de Cuxhaven, Bremerhaven, Bremervörde e Buxtehude.


Primeiros trens a hidrogênio já evitarão a emissão de 4,4 mil toneladas de CO2 por ano

O meio de transporte atua com baixos ruídos e, no lugar de CO2, liberam vapor e água condensada na atmosfera. Um passo e tanto para a descarbonização do transporte das cidades. Apenas com o início da operação desta primeira frota, serão 15 trens a diesel a menos rodando pela Alemanha. A substituição fará com que 1,6 milhão de litros de diesel deixem de ser consumidos anualmente – o que significa uma redução de 4,4 mil toneladas de CO2 lançadas todos os anos na atmosfera.

“Este projeto está dando um exemplo global. É um excelente exemplo de uma transformação bem-sucedida”, declarou o governador da Baixa Saxônia, região que recebeu os trens, Stephan Weil, em cerimônia de lançamento realizada em agosto. “Avançamos mais um passo no caminho para a neutralidade climática em nosso setor de transporte”, disse ele, conforme informou o site Poder 360.

O Estado está investindo quase 95 milhões de euros no projeto para trocar toda a sua frota de trens. Com isso, já foi anunciado que veículos movidos a diesel não serão mais adquiridos.


Frota carbono zero, sem eletricidade

Reprodução: Alstom Mobility by Nature

O primeiro teste comercial feito com os trens a hidrogênio foi feito em 2018. Desde então, dois protótipos operam sem problemas. A partir deles foi possível modelar a linha do “Coradia iLint”. O modelo é o primeiro trem de passageiros do mundo a funcionar com uma célula de combustível de hidrogênio que gera energia elétrica para propulsão.

Os veículos mostram que existe um caminho para chegar no transporte carbono zero sem precisar eletrificar toda a rota. Há indicações, inclusive, que grande parte das linhas de trem europeias não possam ser eletrificadas.


Fonte: Habitability


bottom of page