Informação e Mobilidade

Temer se reúne com Evo Morales, e Brasil e Bolívia assinam dois atos de cooperação

Temer se reúne com Evo Morales, e Brasil e Bolívia assinam dois atos de cooperação

Um dos atos é um memorando que prevê integração por ferrovia entre o litoral brasileiro, o Peru e a Bolívia. Após a reunião, os dois presidentes almoçaram juntos no Palácio do Itamaraty.

evo-morales-michel-temer-sobretrilhosO G1 divulgou que o presidente da Bolívia, Evo Morales, em visita oficial ao Brasil, foi recebido nesta terça-feira (5) pelo presidente Michel Temer no Palácio do Planalto. Após uma reunião, que teve a presença dos presidentes e de ministros dos dois países, Brasil e Bolívia assinaram dois atos.

Os dois governos firmaram um memorando de entendimento, entre os ministérios dos Transportes do Brasil e de Obras Públicas da Bolívia, a respeito do corredor ferroviário bioceânico. O empreendimento prevê a ligação ferroviária entre Brasil, Bolívia e Peru, indo do Oceano Atlântico ao Pacífico.

Segundo a assessoria do Planalto, o memorando tem a intenção de “criar condições para incremento do tráfego ferroviário entre o Brasil e a Bolívia, bem como estabelecer bases para o pleno aproveitamento da infraestrutura no projeto”.

Também foi assinado um acordo de cooperação policial entre o Ministério da Justiça do Brasil e o Ministério de Governo da Bolívia no combate ao crime organizado transnacional e outros crimes, como terrorismo, roubo de veículos, lavagem de dinheiro, crimes cibernéticos, outros delitos comuns de fronteira e tráfico de pessoas, drogas e de armas de fogo.

Evo chegou ao Planalto no final da manhã, passou em revista as tropas militares, subiu a rampa do palácio e posou para fotos ao lado de Temer. Depois do encontro bilateral e da assinatura dos atos, ele e Temer seguiram para um almoço no Palácio do Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores.

evo-morales-michel-temer-sobretrilhos2A visita de Evo Morales ao Brasil teve de ser cancelada duas vezes em razão das cirurgias pelas quais Temer passou recentemente. Em outubro, Temer realizou uma cirurgia na próstata e em novembro passou por uma angioplastia de três artérias coronárias.

Aliado dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, Evo foi um dos principais críticos do impeachment de Dilma entre os líderes de países sul-americanos.

O presidente boliviano chamou o processo de “golpe” mais de uma vez. Quando Dilma foi afastada pelo Senado em 2016, por exemplo, Evo escreveu em sua conta no Twitter que o processo de impeachment era um “golpe”.

Encerradas as agendas no Planalto e Itamaraty, Evo afirmou pelo Twitter que estava “honrado” por visitar o Brasil. Na mesma mensagem, o presidente boliviano chamou Temer de “irmão”. Ele utilizou o mesmo termo para se referir ao ex-presidente Lula em outubro, quando o petista completou 72 anos.

veja o vídeo da matéria aqui

sobretrilhos

Revista híbrida com abordagens jornalísticas e técnicas. A circulação é controlada e dirigida a todos os segmentos de transporte de passageiros e logística. Aposta-se em uma linha editorial que vá além dos trilhos, trazendo informações e conceitos sobre infraestrutura, intermodalidade, urbanização e cidades inteligentes.

Top