Informação e Mobilidade

Temer é pressionado por bancada mineira para metrô de BH não parar

Temer é pressionado por bancada mineira para metrô de BH não parar

A bancada mineira no Congresso vai pressionar o presidente Michel Temer (MDB) pela liberação da suplementação financeira necessária para que o metrô de Belo Horizonte não pare em junho. A notícia foi divulgada pelo portal Hoje em Dia. Segundo o deputado federal Fábio Ramalho (MDB-MG), vice-presidente da Câmara, uma reunião entre os parlamentares mineiros e Temer para discutir o tema deve acontecer no dia 20 ou 21 deste mês. “Mas posso adiantar que o metrô não vai parar”, disse.
O deputado também disse que a União deve apresentar uma proposta técnica para “federalizar o metrô”.

congresso

Segundo Ramalho, a ideia é fazer com que a gestão do metrô da capital faça parte de uma estrutura única sem estar vinculada à Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), autarquia federal que hoje administra trens urbanos. Em nota, o Governo de Minas informou que já havia encaminhado, em 2016 e 2017, propostas para “descentralização do sistema de transportes de passageiros sobre trilhos em BH e Região Metropolitana”.

A proposta prevê, além da modernização do trecho atual, a ampliação que levaria o trem até o Barreiro. Na nota, o governo ressaltou que não houve resposta por parte do Ministério das Cidades. Na última segunda-feira, a CBTU divulgou nota informando a redução de 40% no orçamento deste ano, em relação a 2017, o que poderia afetar o serviço do metrô em BH. Sem recursos, o funcionamento ficaria restrito aos horários de pico a partir de junho.

*matéria originalmente publicada pelo portal Hoje em Dia ontem (07/02/2018)

sobretrilhos

Revista híbrida com abordagens jornalísticas e técnicas. A circulação é controlada e dirigida a todos os segmentos de transporte de passageiros e logística. Aposta-se em uma linha editorial que vá além dos trilhos, trazendo informações e conceitos sobre infraestrutura, intermodalidade, urbanização e cidades inteligentes.

Top