Informação e Mobilidade

Randolfe Rodrigues relata fraude na Estrada de Ferro do Amapá

Randolfe Rodrigues relata fraude na Estrada de Ferro do Amapá

De acordo com Randolfe, a concessão da ferrovia foi transferida da empresa Anglo-American para a Zamin Ferrous, que em seguida abandonou o Amapá sem pagar as indenizações trabalhistas devidas.

randolfe-rodrigues-sobretrilhos

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) repercutiu o entendimento do Ministério Público de seu estado de que houve fraude na transferência da Estrada de Ferro do Amapá. De acordo com Randolfe, a concessão da ferrovia foi transferida da empresa Anglo-American para a Zamin Ferrous, que em seguida abandonou o Amapá sem pagar as indenizações trabalhistas devidas.

“É fundamental que a denúncia de hoje, feita pelo Ministério Público do Estado, tenha uma decisão breve por parte da justiça do Amapá, para que haja cassação do processo da transferência do poder concedente da Estrada de Ferro do Amapá”

O senador acrescentou que a transferência tinha sido aprovada pela Assembleia Legislativa amapaense em menos de quinze dias, uma velocidade atribuída à corrupção de agentes públicos. A chamada Operação Caminhos do Ferro, segundo ele, também constatou que a Zamin Ferrous era um braço operativo da Anglo-American. Randolfe Rodrigues espera uma intervenção do governo do estado para que a Anglo-American retome a ferrovia.

— É fundamental que a denúncia de hoje, feita pelo Ministério Público do Estado, tenha uma decisão breve por parte da justiça do Amapá, para que haja cassação do processo da transferência do poder concedente da Estrada de Ferro do Amapá — concluiu.

Fonte: Agência Senado

sobretrilhos

Revista híbrida com abordagens jornalísticas e técnicas. A circulação é controlada e dirigida a todos os segmentos de transporte de passageiros e logística. Aposta-se em uma linha editorial que vá além dos trilhos, trazendo informações e conceitos sobre infraestrutura, intermodalidade, urbanização e cidades inteligentes.

Top