Informação e Mobilidade

Programa de aprendizagem profissional da Trensurb forma novos assistentes administrativos

Programa de aprendizagem profissional da Trensurb forma novos assistentes administrativos

transeurb_curso_admJá tem data marcada: no próximo dia 7, 38 jovens de famílias de baixa renda recebem os certificados de conclusão do Programa Estação Educar em cerimônia realizada no auditório da Trensurb, às 10h. Eles passaram por um curso de aprendizagem profissional, no turno inverso ao da escola, quatro horas por dia, de fevereiro a dezembro, sendo preparados para executar rotinas de organização e atividades da área administrativa. Formam-se 19 aprendizes da turma da manhã e outros 19 da turma da tarde.

Samantha Gouvêa, 18 anos, é uma das formandas do curso e considera a experiência muito proveitosa. Ela chama a atenção para as atividades práticas realizadas: “Eu achei o curso dinâmico, pois não ficamos atrelados à teoria. Tivemos muitos trabalhos práticos relacionados aos conteúdos, como a feira de negócios que realizamos na Trensurb em outubro. Nós produzimos um produto real e tivemos a oportunidade de comercializá-lo”. Ela concluiu o ensino médio enquanto cursava o Estação Educar e agora já ingressou na universidade, fazendo faculdade de matemática à noite. “Tenho bastante trabalho, tanto do curso quanto da faculdade, mas isso não é difícil, basta se organizar”, comenta.

A questão da organização também é destacada por Beatriz Santos, 16 anos, formanda do Estação Educar. Ela realiza outras atividades, como um curso técnico em logística, e saber administrar o tempo foi fundamental para o sucesso em todas as demandas. Sobre a experiência no programa, Beatriz fala da relação com os colegas: “Foi uma experiência profissional muito gratificante e pessoal também, pois foi um desafio aprender a lidar com as diferentes personalidades dos colegas da turma”.

Em tom animado, Maximiliano Barton, 17 anos, diz que gostou de absolutamente todas as etapas do curso. “Eu não tinha nenhum conhecimento na área administrativa e tudo que aprendi foi novidade. O conteúdo foi bem colocado e adquiri aprendizado”, relata. Ele está concluindo o ensino médio e pretende seguir aperfeiçoando-se na área. “Já estou encaminhado para uma vaga de emprego para começar a trabalhar ainda este ano e, em 2017, inicio um curso técnico em administração”.

Perspectivas para 2017

A Trensurb realizou, no dia 11 de novembro, o sorteio dos candidatos que seguem participando do processo seletivo para o Estação Educar 2017. Foram sorteados 100 candidatos – 50 para cada turno – que passam à etapa de entrevistas, agora classificatória, na qual serão selecionados 40 aprendizes no total.

Rosangela Pedroso, assistente social da Trensurb e coordenadora do Estação Educar, declara estar entusiasmada com o futuro do programa. “Nos anos anteriores, o número de abstenções do curso era alto. Neste ano, tivemos apenas uma abstenção em cada turma. O programa nunca havia trazido um resultado tão bom como agora. Creio que no ano que vem teremos um resultado melhor ainda”, aposta. Rosangela atribui o sucesso às entrevistas realizadas com candidatos e suas famílias após o sorteio. “Desde o ano passado, fazemos uma entrevista particular com cada candidato e seu responsável. Estreitamos o relacionamento para amparar o aluno e garantir que não abandone a atividade”, afirma.

Um dos candidatos ao Estação Educar 2017 é Edson Ferro, que soube do programa através dos amigos, ficou interessado e efetuou a inscrição. “Nunca realizei outra atividade educativa ou profissional sem ser a escola. Se eu for aprovado, acho que será uma experiência boa”, avalia o jovem de 16 anos. Na ocasião da entrevista classificatória, ele estava acompanhado da mãe, Rosangeli Ferro, que elogiou o programa: “Acredito que essa é uma ótima oportunidade para os jovens e os ajuda a ter um acesso ao mercado de trabalho”.

O programa – O Estação Educar é realizado pela Trensurb, em parceria com o SENAI-RS, desde 2003, quando o programa substituiu o antigo Oficina-Escola – por sua vez, instituído em 1994. Oferece 40 vagas de aprendizagem profissional por meio do curso de assistente administrativo, com duração de 800 horas-aula. A Trensurb concede meio salário mínimo mensal, vale-transporte, vale-refeição e assistência odontológica aos participantes.

O processo seletivo acontece através de inscrições pelo site da empresa, sorteio e uma etapa classificatória de entrevistas. Os requisitos para se candidatar são: ter entre 14 e 17 anos; estar matriculado e frequentando a escola em cursos regulares do ensino médio; ter disponibilidade para cumprir integralmente a carga horária de quatro horas diárias no turno inverso ao da escola; possuir renda familiar de até meio salário mínimo por pessoa; estar participando pela primeira vez de programa de aprendizagem da Trensurb; residir em um dos municípios atendidos pelo metrô.

As aulas do curso, realizadas na Escola de Educação Profissional SENAI Nilo Bettanin, em Esteio, compreendem trabalhos e conteúdos sobre: organização de escritório, português aplicado, informática básica, comunicação e expressão, atendimento ao cliente, gestão de pessoas e departamento de pessoal, legislação, estrutura organizacional, fundamentos básicos de logística e processos de compras.

No ano de 2004, o programa foi premiado pela campanha “Paz é a gente que faz”, da Assembleia Legislativa. Em 2006, recebeu da Bienal de Marketing da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP) o reconhecimento como sendo uma das três principais experiências no país na categoria de Responsabilidade Social.

Serviço

O que: formatura das turmas de 2016 do Programa Estação Educar.
Quando: 7 de dezembro, às 10h.
Onde: auditório do prédio administrativo da Trensurb, localizado na Av. Ernesto Neugebauer, 1985, em Porto Alegre.

Foto: Fabiano Scheck/Trensurb

sobretrilhos

Revista híbrida com abordagens jornalísticas e técnicas. A circulação é controlada e dirigida a todos os segmentos de transporte de passageiros e logística. Aposta-se em uma linha editorial que vá além dos trilhos, trazendo informações e conceitos sobre infraestrutura, intermodalidade, urbanização e cidades inteligentes.

Top