Informação e Mobilidade

Mais dois trens são entregues para as linhas 7-Rubi e 11-Coral da CPTM

Mais dois trens são entregues para as linhas 7-Rubi e 11-Coral da CPTM

As novas composições mantém o objetivo de oferecer trens modernos e com ar condicionado, proporcionando mais conforto aos usuários

O G1 publicou no último dia 26, que mais dois trens foram entregues para a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Como eles, já são 20 composições novas em operação: 16 na Linha 7-Rubi (Luz-Francisco Morato) e 4 no serviço Expresso Leste, na Linha 11-Coral (Luz- Guaianases).

“Estamos entregando hoje (26) o vigésimo trem, novinho. Só no dia de hoje, dois novos trens para a CPTM: um para a Linha 7, que vai lá para Jundiaí, Francisco Morato; e outro aqui na linha 11, que vai aqui da Luz até Guaianases, até Mogi (das Cruzes)”, declarou o governador Geraldo Alckmin na cerimônia de entrega das composições, na Estação da Luz.

Entrega de TrensAo lado do secretário dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, e do presidente da CPTM, Paulo de Magalhães, Geraldo Alckmin ressaltou o ganho que a população com tecnologia das novas composições.

“É uma grande conquista, trens novos, com ar condicionado, câmeras de vídeo, segurança. Com isso a gente diminui a superlotação e atende melhor a nossa população, pela CPTM”, declarou o governador sobre a entrega, que mantém o objetivo de oferecer trens modernos e com ar condicionado, proporcionando mais conforto aos usuários.

As duas novas composições integram o lote de 65 unidades adquiridas pela CPTM, dos quais 35 foram encomendadas à empresa espanhola CAF, e 30 à sul-coreana Hyundai Rotem. A linha 7-Rubi ficará com o trem da Hyundai Rotem, a Expresso Leste ficará com o da CAF.

A Linha 7-Rubi vai da Luz a Jundiaí e é a maior da CPTM, com 60,5 quilômetros de extensão. Por ela passam cerca de 425 mil usuários por dia útil. Já a Linha110Coral, apesar de um pouco menos extensa (50,8 km), é mais movimentada em é usada por cerca de 700 mil passageiros por dia útil.

Características dos novos trens

Com salão contínuo de passageiros (passagem livre entre os carros), os trens possuem monitoramento com câmeras na parte externa e interna e são acessíveis para pessoas com mobilidade reduzida ou deficiência. Eles contam com sinalização visual para identificação de assentos preferenciais, mapa dinâmico e áudio, além de espaço para cadeirantes. Também dispõem de monitores digitais internos com informações e interação das principais notícias sobre a prestação de serviços, além de reconhecimento eletrônico automático do maquinista por meio de biometria.

foto: Diogo Moreira

sobretrilhos

Revista híbrida com abordagens jornalísticas e técnicas. A circulação é controlada e dirigida a todos os segmentos de transporte de passageiros e logística. Aposta-se em uma linha editorial que vá além dos trilhos, trazendo informações e conceitos sobre infraestrutura, intermodalidade, urbanização e cidades inteligentes.

Top