Informação e Mobilidade

Ação que combate irregularidades nas estações de Metrô começa nesta segunda

Ação que combate irregularidades nas estações de Metrô começa nesta segunda

Transporte irregular de passageiros, desrespeito às regras de trânsito e comércio ambulante são alguns dos alvos da operação. A primeira estação fiscalizada é a do Shopping

operaçãoO Correio Brasiliense postou artigo, no último dia 25, sobre irregularidades constatadas em várias estações de metrô do Distrito Federal. Nesta semana, órgãos do GDF, por meio de uma ação integrada, vão fiscalizar o transporte local e interestadual de passageiros e combater o comércio ambulante irregular. O objetivo é valorizar o espaço de convivência e melhorar o trânsito de pedestres.

A Estação Shopping, uma das que possuem maior circulação de pessoas por dia —cerca de 16 mil usuários —, foi alvo do primeiro dia de fiscalização, nesta segunda-feira (25/9). Desde as 6h, a Agência de Fiscalização (Agefis) retirou do local objetos como carrinhos de compras, mesas, cadeiras, pedaços de madeira, lonas, barras de ferro e grande quantidade de lixo. Até as 9h, os fiscais não haviam apreendido mercadorias. Além da limpeza, agentes do Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) multaram veículos estacionados em locais proibidos.

O diretor de planejamento da Subchefia Especial da Ordem Pública (Seops), major Maximiliano de Oliveira Teixeira Marinho, enfatiza que as operações serão pacíficas. “O conceito dessa operação é que não haja de fato o embate, que ocorra de forma tranquila, pacífica e sem qualquer tipo de confronto”, afirma. Segundo ele, após a primeira fase, virá a etapa de manutenção: “É nesse momento que as equipes irão em horários diversos para fiscalizar a área”.

“O conceito dessa operação é que não haja de fato o embate, que ocorra de forma tranquila, pacífica e sem qualquer tipo de confronto”

Levantamento da Seops indica que há, ainda, ocupação irregular de área pública, pessoas em vulnerabilidade social, transporte irregular, pichações e outros problemas. “Pessoas que ocupavam de forma irregular essas áreas causavam algumas situações, como a grande presença de lixo, muitas vezes interferindo no fluxo de passageiros”, destaca o chefe do Departamento de Operação do Metrô-DF, Victor Mafra.

A operação segue o modelo da Ação Centro Legal, que ocorre na Rodoviária e no Setor Comercial Sul, e é uma iniciativa da Seops em parceria com a Agefis, o Detran-DF, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a Polícia Militar (PMDF), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Subsecretaria de Fiscalização, Auditoria e Controle (Sufisa).

 

sobretrilhos

Revista híbrida com abordagens jornalísticas e técnicas. A circulação é controlada e dirigida a todos os segmentos de transporte de passageiros e logística. Aposta-se em uma linha editorial que vá além dos trilhos, trazendo informações e conceitos sobre infraestrutura, intermodalidade, urbanização e cidades inteligentes.

Top